Notícias

De Autocolantes Ao Peito - Autocolante do 25 de Abril (capa)

19 Agosto, 2014

Livro “De Autocolante ao Peito – Autocolantes do 25 de Abril”, de Eduardo Madureira Lopes, já disponível

De autocolante ao peito – Autocolantes do 25 de Abril” é o mais recente título que integra a coleção “Braga Cidade Bimilenar – textos e imagens sobre Braga”, livro que reproduz autocolantes políticos da coleção do autor Eduardo Jorge Madureira Lopes. O livro conta ainda com grafismo de Luís Cristóvam.

Para assinalar o 40º aniversário da revolução dos cravos, uma recolha de autocolantes políticos distribuídos em Braga e em Portugal, a seguir de 25 de Abril de 1974 e no período que ficou conhecido como PREC (sigla para Processo Revolucionário Em Curso), culmina numa seleção de autocolantes de partidos e dirigentes políticos, comissões de trabalhadores, cooperativas, meios de comunicação social, manifestações, comícios, entre outros.

O livro está já disponível em livrarias, museus, espaços culturais, lojas comerciais, mas podem também ser requisitados diretamente à própria Fundação Bracara Augusta.

Sobre a Coleção “Braga Cidade Bimilenar – textos e imagens sobre Braga”

A Fundação Bracara Augusta iniciou, no ano 2000, um projeto editorial denominado “Braga Cidade Bimilenar – textos e imagens sobre Braga”. Este projeto pretende ser um contributo para a preservação e atualização da memória coletiva da cidade. Dele fazem parte textos de autores literários, textos documentais e imagens, tendo sido, até à data, publicados 44 títulos, estando esgotados 26.

A Fundação Bracara Augusta informa também que os pedidos de reserva de exemplares ultrapassam as fronteiras de Braga, chegando de diversas cidades portuguesas, europeias, Brasil, África, de numerosas comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo.

Entre outros, estes títulos são procurados por colecionadores, bibliotecas, empresários e escolas.

Sinopse
“Com o presente volume, intitulado “De autocolante ao peito. Autocolantes do 25 de Abril”, a Fundação Bracara Augusta prossegue o seu projeto editorial, iniciado no ano de 2000, a que deu o título genérico de “Braga, cidade Bimilenar”. Pretendia-se com ele, e continua a pretender-se, dar a conhecer textos, imagens, documentos, respeitantes à memória coletiva da cidade, tornando-os acessíveis a um público alargado de leitores.

Celebrando-se, este ano, o 40.º aniversário do 25 de Abril, a Fundação Bracara Augusta não poderia alhear-se de tão importante data. O volume que agora vê a luz do dia, o 45.º da coleção, constitui a sua maneira de participar nas comemorações que, por todo o país, se realizaram, celebrando um acontecimento de primordial importância na vida nacional.

A liberdade conseguida com o movimento dos Capitães de Abril, desencadeou uma natural explosão de partidos, movimentos e associações de natureza política ou outra, tendo igualmente enormes consequências no campo das várias artes, da literatura ao cinema, do teatro à pintura, da música à escultura. Os paradigmas culturais alteraram-se radicalmente bem como as linguagens em que se moldavam os ideais e esperanças de um tempo novo.

O presente volume recolhe algumas dessas linguagens através das quais se pretendeu difundir ideias, partidos políticos, movimentos sindicais, reivindicações laborais, protestos, convocatórias, etc.. Pela sua agilidade comunicativa e reduzido custo, os autocolantes, murais, folhetos, cartazes tornaram-se veículos privilegiados de comunicação.

São esses suportes comunicacionais que o presente volume vem agora recordar. Ficam como testemunho de um tempo frenético, por vezes, atribulado, mas, ao mesmo tempo, cheio de sonhos e de esperanças. Neles foram lançadas muitas raízes do que hoje somos, 40 anos depois.”

Luís da Silva Pereira

partilha


Mecenas
Apoios


todos os direitos reservados Fundação Bracara Augusta 2015